Advertise on Encontre Portugal

The largest immigrant advice portal in Portugal.

MENU

3 best Portuguese destinations to explore adventure tourism

Portuguese destinations

3 best Portuguese destinations to explore adventure tourism

 

As paisagens naturais do país criam cenários perfeitos para a prática de esportes radicais

 

Créditos: Wirestock/iStock

 

Por sua geografia diversificada, que conta com verões quentes, invernos congelados, montanhas, campos e um litoral de natureza extremamente preservada, Portugal tornou-se cenário para uma ampla gama de práticas de aventura. Já consolidados na cultura e no modo de vida dos portugueses, os esportes radicais são altamente apreciados no país, e suas paisagens são admiradas até mesmo por amantes internacionais de aventura, atraídos pelas práticas locais.

 

Como um país rico culturalmente em toda a sua extensão, muitos são os destinos buscados pelos turistas portugueses para desvendar a história e a gastronomia locais, características muito procuradas por turistas que pretendem explorar novos destinos. No entanto, a busca por paisagens para o turismo de aventura ou para o ecoturismo também é forte e crescente em todas as regiões do país.

 

Praia de Nazaré

 

Localizada ao norte de Lisboa, a praia de Nazaré é famosa por fabricar as maiores e mais perfeitas ondas do mundo para a prática de surfe. Todos os anos, durante o inverno europeu, vários dos melhores surfistas do mundo passam pelo local e quebram recordes do esporte, desfrutando de suas ondas gigantes.

 

Créditos: R.M. Nunes/iStock

 

A praia de Nazaré se destaca entre as outras da região pela presença de um cânion submerso. Ele altera a profundidade do fundo do mar e faz com que as ondas produzidas na praia não percam sua velocidade e tenham seu direcionamento alterado, tornando-as perfeitas para a prática do esporte. Essa formação geomorfológica que diferencia a praia é chamada de Canhão de Nazaré.

 

A praia é conhecida como um antro de surfistas profissionais que possuem técnica e experiência para surfar com segurança nas ondas gigantes. Por isso, o local não é indicado para quem deseja iniciar no esporte. Ainda assim, para aqueles que ainda não se aventuram nos mares, mas gostam do esporte, é possível assistir de camarote a muitos atletas que frequentam a área.

 

Ilhas Berlengas

 

O Arquipélago das Ilhas Berlengas é formado por pequenas ilhas e corais, localizados a aproximadamente 9 quilômetros do Cabo Carvoeiro, também conhecido como Peniche. As ilhas possuem arquitetura, fauna e flora extremamente bem preservadas, e, por isso, atraem muitos viajantes interessados em ecoturismo e turismo de aventura.

 

As Ilhas Berlengas possuem a área para mergulho mais buscada do país por mergulhadores amadores e profissionais. Além de ser uma região abundante de vida marinha, também possui trilhas de diferentes níveis de complexidade, prática de snorkel, kitesurf e diversos outros esportes que podem ser praticados por todos os públicos.

 

Créditos: Luis Fonseca/iStock

 

A aventura começa nos barcos que levam à ilha, única forma de acessar o arquipélago. Muitas empresas ficam responsáveis por guiar turistas por entre as paisagens do local e proporcionar passeios conforme o tipo de viagem buscada. Ainda que seja um local de pequena extensão, para aqueles que desejam explorar ao máximo as atividades e paisagens presentes nas ilhas, recomenda-se um dia dedicado inteiramente ao lugar.

 

Costa Vicentina

 

Conhecida internacionalmente por suas paisagens exuberantes, a Costa Vicentina está localizada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano. Ela é formada por praias bastante desertas e uma fauna e flora exuberantes, espalhadas ao longo da faixa litorânea do Algarve e do Alentejo. Por ser um destino conhecido por suas trilhas, já existe um roteiro preestabelecido indicado para turistas que desejam explorar a região.

 

As trilhas variam de 6 a 20 quilômetros de extensão e são consideradas de nível intermediário. Por isso, elas exigem alguns cuidados e equipamentos específicos como mochilas de caminhada, roupas leves e calçados apropriados.

 

Créditos: EunikaSopotnicka/iStock

 

Além disso, por ser uma atividade que exige muitas horas caminhando, é recomendado o uso de meias de compressão para circulação sanguínea, principalmente para quem não tem costume de fazer trilhas, visto que elas podem ajudar em caso de dores nas pernas. Também é importante ressaltar que, para os trilheiros de primeira viagem na região, é indicado o acompanhamento de um guia local.

 

As trilhas da Costa Vicentina são muito conhecidas entre os amantes do turismo de aventura do país por proporcionarem não apenas diversas oportunidades para a prática do esporte, mas, também, por contarem com vistas exuberantes, praias de natureza preservada, pequenas vilas de pescadores e monumentos históricos de Portugal.

Douglas Barbosa

Douglas Barbosa

He has a degree in Computer Network Technology and a postgraduate qualification in Digital Marketing, Business Intelligence and Data-Driven Strategy from the Pontifical Catholic University (PUC). Training in Body Language and Facial Microexpression Detection. Participation in the "Traffic and Conversion Machine - Learn to Sell More Through Google Every Day" training course. Certified by Google in Search Engine Optimisation. Extensive experience in SEO projects, paid traffic management on Google Ads and website creation.

Share on Social Media

Related News

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categories:

Your Company in the Spotlight Advertise with Us!

Featured Articles

Stay tuned