Anúnciese en Encontre Portugal

El mayor portal de asesoramiento a inmigrantes de Portugal.

MENÚ

3 mejores destinos portugueses para explorar el turismo de aventura

Destinos portugueses

3 mejores destinos portugueses para explorar el turismo de aventura

 

As paisagens naturais do país criam cenários perfeitos para a prática de esportes radicais

 

Créditos: Wirestock/iStock

 

Por sua geografia diversificada, que conta com verões quentes, invernos congelados, montanhas, campos e um litoral de natureza extremamente preservada, Portugal tornou-se cenário para uma ampla gama de práticas de aventura. Já consolidados na cultura e no modo de vida dos portugueses, os esportes radicais são altamente apreciados no país, e suas paisagens são admiradas até mesmo por amantes internacionais de aventura, atraídos pelas práticas locais.

 

Como um país rico culturalmente em toda a sua extensão, muitos são os destinos buscados pelos turistas portugueses para desvendar a história e a gastronomia locais, características muito procuradas por turistas que pretendem explorar novos destinos. No entanto, a busca por paisagens para o turismo de aventura ou para o ecoturismo também é forte e crescente em todas as regiões do país.

 

Praia de Nazaré

 

Localizada ao norte de Lisboa, a praia de Nazaré é famosa por fabricar as maiores e mais perfeitas ondas do mundo para a prática de surfe. Todos os anos, durante o inverno europeu, vários dos melhores surfistas do mundo passam pelo local e quebram recordes do esporte, desfrutando de suas ondas gigantes.

 

Créditos: R.M. Nunes/iStock

 

A praia de Nazaré se destaca entre as outras da região pela presença de um cânion submerso. Ele altera a profundidade do fundo do mar e faz com que as ondas produzidas na praia não percam sua velocidade e tenham seu direcionamento alterado, tornando-as perfeitas para a prática do esporte. Essa formação geomorfológica que diferencia a praia é chamada de Canhão de Nazaré.

 

A praia é conhecida como um antro de surfistas profissionais que possuem técnica e experiência para surfar com segurança nas ondas gigantes. Por isso, o local não é indicado para quem deseja iniciar no esporte. Ainda assim, para aqueles que ainda não se aventuram nos mares, mas gostam do esporte, é possível assistir de camarote a muitos atletas que frequentam a área.

 

Ilhas Berlengas

 

O Arquipélago das Ilhas Berlengas é formado por pequenas ilhas e corais, localizados a aproximadamente 9 quilômetros do Cabo Carvoeiro, também conhecido como Peniche. As ilhas possuem arquitetura, fauna e flora extremamente bem preservadas, e, por isso, atraem muitos viajantes interessados em ecoturismo e turismo de aventura.

 

As Ilhas Berlengas possuem a área para mergulho mais buscada do país por mergulhadores amadores e profissionais. Além de ser uma região abundante de vida marinha, também possui trilhas de diferentes níveis de complexidade, prática de snorkel, kitesurf e diversos outros esportes que podem ser praticados por todos os públicos.

 

Créditos: Luis Fonseca/iStock

 

A aventura começa nos barcos que levam à ilha, única forma de acessar o arquipélago. Muitas empresas ficam responsáveis por guiar turistas por entre as paisagens do local e proporcionar passeios conforme o tipo de viagem buscada. Ainda que seja um local de pequena extensão, para aqueles que desejam explorar ao máximo as atividades e paisagens presentes nas ilhas, recomenda-se um dia dedicado inteiramente ao lugar.

 

Costa Vicentina

 

Conhecida internacionalmente por suas paisagens exuberantes, a Costa Vicentina está localizada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano. Ela é formada por praias bastante desertas e uma fauna e flora exuberantes, espalhadas ao longo da faixa litorânea do Algarve e do Alentejo. Por ser um destino conhecido por suas trilhas, já existe um roteiro preestabelecido indicado para turistas que desejam explorar a região.

 

As trilhas variam de 6 a 20 quilômetros de extensão e são consideradas de nível intermediário. Por isso, elas exigem alguns cuidados e equipamentos específicos como mochilas de caminhada, roupas leves e calçados apropriados.

 

Créditos: EunikaSopotnicka/iStock

 

Além disso, por ser uma atividade que exige muitas horas caminhando, é recomendado o uso de meias de compressão para circulação sanguínea, principalmente para quem não tem costume de fazer trilhas, visto que elas podem ajudar em caso de dores nas pernas. Também é importante ressaltar que, para os trilheiros de primeira viagem na região, é indicado o acompanhamento de um guia local.

 

As trilhas da Costa Vicentina são muito conhecidas entre os amantes do turismo de aventura do país por proporcionarem não apenas diversas oportunidades para a prática do esporte, mas, também, por contarem com vistas exuberantes, praias de natureza preservada, pequenas vilas de pescadores e monumentos históricos de Portugal.

Douglas Barbosa

Douglas Barbosa

Licenciado en Tecnología de Redes Informáticas y postgrado en Marketing Digital, Business Intelligence y Data-Driven Strategy por la Pontificia Universidad Católica (PUC). Formación en Lenguaje Corporal y Detección de Microexpresiones Faciales. Participación en el curso de formación "Traffic and Conversion Machine - Learn to Sell More Through Google Every Day". Certificado por Google en Optimización para Motores de Búsqueda. Amplia experiencia en proyectos SEO, gestión de tráfico de pago en Google Ads y creación de páginas web.

Compartir en las redes sociales

Noticias relacionadas

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio utiliza Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

Categorías:

Su empresa en el punto de mira ¡Publíquese con nosotros!

Artículos destacados

Permanezca atento